logo_fesh2

DADOS GERAIS SOBRE A BULGÁRIA

BULGÁRIA

É habitual que as respostas afirmativas (“Da”) a uma qualquer pergunta sejam acompanhadas de um movimento negação da cabeça enquanto que respostas negativas (“Ne”) são normalmente pautadas por um um sinal assentimento.

 

Clima
Continental moderado. Verificam-se acentuadas amplitudes térmicas, com temperaturas muito baixas no Inverno, sobretudo nas zonas montanhosas, e elevadas no Verão, particularmente no interior.

Línguas
A língua normalmente utilizada é o búlgaro. No entanto, é possível sobretudo nas zonas  turísticas encontrar interlocutores para comunicar em inglês, alemão, francês e russo…mas, não é fácil!
Na escrita é praticamente só utilizado o alfabeto cirílico…meu deus! As placas rodoviárias (com avisos) são quase todas em cirílico. Posto isto passamos ao artigo…

Desta vez tivemos curiosidade em visitar uma das cidades mais antigas ou mesmo a mais antiga da europa. De facto, os vestígios arqueológicos encontrados, apontam para uma cronologia de 4000 a.C, ou seja até ao período longínquo do Neolítico.

TODAS AS FOTOS DO ARTIGO SÃO ORIGINAIS EUROSTOPS

PLOVDIV - CIDADE VELHA MAIS VELHA DA EUROPA?

Mas mais importante que a sua “idade“, foi a importância que Plovdiv teve ao longo dos milhares de anos da sua história que a tornou apetecível aos seus novos conquistadores e que ajudaram a moldar a cidade que existe atualmente: falamos dos trácios, gregos, dos romanos e dos otomanos.

 Tal como Roma, Plovdiv também é conhecida pelas suas 7 colinas e reclama como seu, o titulo de cidade mais antiga da Europa!

A SEGUNDA DA BULGÁRIA

Plovdiv é a segunda maior cidade da Bulgária com cerca 340 Mil habitantes,  tem características naturais únicas, geograficamente falando localiza-se na grande planície – Trácia. 

Visitar a cidade é viver uma fusão de cronologias, culturas e de monumentos, principalmente os da época romana já que a cidade era um bastião do império chamado Philippopolis. Dos monumentos romanos a não perder podemos destacar o teatro, o estádio, o anfiteatro (ao lado na foto), e o fórum entre outros.

A NOSSA VISITA

Como chegamos, a forma mais barata de chegar é pela Ryanair, (Lisboa – Stansted – Sofia ou Plovdiv). Existem 2 voos semanais pela Ryanair de Londres – Plovdiv – TERÇAS E SEXTAS –

Também poderá chegar via Sofia (todos os dias de Londres – Sofia) e depois + 145 km (AE) até Plovdiv.  O custo pela Ryanair, ronda entre 40 – 80 EUR ida e volta tanto para Sofia como para Plovdiv

A língua oficial em Plovdiv é o búlgaro, nas parte turísticas fala-se um ‘pouco’  o inglês, alemão e o russo, nos arredores…. ‘NE’ nem uma palavrinha em inglês!

O centro da cidade é um mundo destino, comparado com grande parte da cidade. Acontece vermos  um Ferrari (novo) ao lado de Moskovich ou Lada, não temos nada contra essas viaturas, mas é um contraste!.

Tudo é mais mais barato (bem quase tudo)…

A moeda oficial é o Lev. 1 lev vale aprox. 0,50 euros. Os cartões de crédito e débito são aceites nos pagamentos. Multibanco também são fáceis de encontrar. Um refeição custa em média entre 6-8 EUR

VAGABUNDEAR PELA CIDADE

Os anfiteatros são os mais bem preservados do mundo, é o símbolo da cidade, foram construídos no final do século I, durante o domínio do imperador romano Trajano. A entrada para o principal anfiteatro custa 5 Lev búlgaros (foto acima)

Kapana era uma zona onde proliferavam oficinas de artesãos no século XV e até algumas ruas receberam o nome dessas artes: por exemplo a Rua Zlatarska (rua dos ourives) ou a Rua Zhelerarska (a rua dos ferreiros). Mas nos últimos anos, Kapana foi sendo renovada e transformou-se num bairro de artes, cafés e restaurantes. É agora um local de lazer, onde vale a pena beber um café ou almoçar, 

As fontes que “cantam” (singing fountains) estão localizadas no parque central de Plovdiv (Tsar Simeon), entre a principal avenida pedestre da cidade e a estação de de caminhos de ferro.
 

Plovdiv é uma cidade com tanto do passado e com outro tanto do futuro, com museus que expressam essa herança e com galerias de arte que nos remetem para um outro tempo, menos distante, mais indefinido. Plovdiv é um paradoxo. 

A igreja de Sveta Bogoroditsa, também na Ulitza Sâborna, atrai os olhares pela sua grandiosidade,

A colina Nebet Tepe é lugar de visita obrigatória é, uma das colinas que marcaram o nascimento de Plovdiv. Hoje, é um complexo arqueológico com ruínas da Acrópole da cidade. No topo temos uma das mais bonitas vistas da cidade, sendo possível alcançar as outras colinas que estiveram na origem de Plovdiv. Curiosamente, tal como Lisboa e Roma, Plovdiv também é conhecida como “a cidade de sete colinas”. É melhor local para um final de tarde ou sunset, claro fomos ver!

A estátua de Milo, que homenageia uma das figuras da cidade. Reza a lenda que Milo era um mendigo querido por todos na cidade, que passava o dia a pedir esmola. E como não ouvia bem, foi representado colocando a mão no ouvido, na tentativa de escutar algo que lhe diziam.

EM REDOR...

Fortaleza de Asen apenas a 25 km de Plovdiv é uma estrutura medieval construída no cume rochoso das montanhas Rhodope sobre o rio Asenitsa. Este lugar estratégico foi primeiro a localização de uma fortaleza trácia, mais tarde usada pelos romanos, bizantinos e, eventualmente, pelos búlgaros. Foi renovado no século 13 durante o reinado do czar Ivan Asen II para ser usado como uma linha de defesa contra o Império Latino. Foi destruído em 1410 pelos exércitos invasores otomanos. Hoje, a fortaleza está em ruínas, com uma pequena igreja funcionando dentro do que resta de suas muralhas.

EM REDOR...

Peštera, museu de viaturas antigas durante o regime comunista nos países do leste, a pouco mais de 30 min de Plovdiv.

Pensávamos que poderíamos ver algumas das Autocaravanas daquela época, mas não, os únicos que faziam realmente algum campismo eram os cidadãos da Alemanha Democrata (RDA ou DDR) que  usavam Dachbett*  encima do Trabant – (*cama no tejadilho, que atualmente está de moda nas viaturas todo o terreno e não só).

Entrada: 3 Lev ou seja 1,50 EUR, desconto para estudantes.

IMG-20201016-WA0007 (1)

Eurostops

www.eurostops.pt

Related Posts

Mudam-se os tempos, desaparecem os carros Como apaixonados pelo mundo motorizado, tivemos ...
Eurostops
21/11/2020
ASA Entroncamento Espaço gratuito com área de manutenção Ver ASA Entroncamento Aprovado Uma viagem ...
Eurostops
27/10/2020
DADOS GERAIS SOBRE A BULGÁRIA BULGÁRIA É habitual que as respostas afirmativas ("Da") a uma qualquer ...
Eurostops
21/10/2020
Close