logo_fesh2

  JÁ VISITAMOS! AVIGNON…

O nome da cidade data dos anos 500 a.C. e tem dois significados possíveis: “cidade do vento violento” ou “senhor do rio”.

Quem estudou Francês no Secundário lembra-se da canção…

Sur le Pont d’Avignon
On y danse, On y danse
Sur le Pont d’Avignon
On y danse tous en rond

On the bridge of Avignon
We all dance there, we all dance there
On the bridge of Avignon
We all dance there in a ring….

A primeira notícia que se tem de uma ponte no local remonta ao período romano, mas os vestígios não foram encontrados. Em 1177 Bénézet (ou Benedito de Avignon), um jovem pastor propõe ao bispo local a construção de uma ponte que fizesse a ligação entre as duas margens do Rhône, mas sua proposta foi vista com descrença pelo religioso, que mandou o jovem responder por suas ideias perante um juiz. Este, por sua vez, decidiu que se Bénézet conseguisse carregar uma enorme pedra que serviria para a construção da ponte até o local indicado ele seria então autorizado a dar prosseguimento ao seu projeto. Reza a lenda que o jovem conseguiu realizar o feito e foi então autorizado a construir a ponte, arrecando uma boa soma para arcar com o projeto, que contava também com a construção de uma igreja, um cemitério e um hospital. Em 1186 a ponte já era utilizada, mas o hospital teve seu edifício destruído em 1398 e foi transferido pras proximidades.

A ponte foi assolada por um ataque do rei Louis VIII em 1226 durante o estado de sítio imposto por suas tropas à cidade, mas foi reconstruída em um nível mais elevado que a anterior e ganhou uma nova capela, construída acima da primeira que resistiu ao ataque. Mas o Rhône corre impetuoso e sua força por vezes infligiu estragos importantes à ponte, que demandava reparações constantes mas que foram abandonadas à partir de 1668 e aos poucos o rio levou alguns dos arcos, deixando a configuração que podemos visitar atualmente. O corpo de Bénézet foi transferido da capela na ponte em 1674 e, apesar do título, ele nunca chegou a ser canonizado.

Cidade monumental, Avignon tem a classificação de Património da Humanidade desde 1995 e o Palácio Papal é o mais eminente símbolo dessa monumentalidade contemplada pela Unesco. A cidade é também palco de um dos mais famosos e populares festivais de teatro europeus.

Duas horas, pelo menos, é o tempo necessário para visitar o Palácio dos Papas. Para o centro histórico de Avignon convém reservar dois ou três dias, sobretudo se a visita se realizar por ocasião do Festival de Teatro, uma vez que nessa altura a afluência de turistas aos principais monumentos e a multiplicação da oferta cultural constituem fatores ou apelos para uma demora maior na cidade.
Onde ficamos?

FR-ASA AVIGNON (Paga)
Chemin de la Barthelasse, 84000 Avignon
N 43.95676, E 4.80140
N 43°57’24”, E 4°48’05”
Tel.: +33490806350 | Email: camping.lepontdavignon@orange.fr

Eurostops

www.eurostops.pt

Related Posts

Mudam-se os tempos, desaparecem os carros Como apaixonados pelo mundo motorizado, tivemos ...
Eurostops
21/11/2020
ASA Entroncamento Espaço gratuito com área de manutenção Ver ASA Entroncamento Aprovado Uma viagem ...
Eurostops
27/10/2020
DADOS GERAIS SOBRE A BULGÁRIA BULGÁRIA É habitual que as respostas afirmativas ("Da") a uma qualquer ...
Eurostops
21/10/2020
Close