logo_fesh2
IMG_20201015_160926

Mudam-se os tempos, desaparecem os carros

Como apaixonados pelo mundo motorizado, tivemos curiosidade em visitar um museu de viaturas do regime socialista. A nossa visita levou-nos até Peštera na Bulgária. 

Algumas das marcas representadas

*DDR*Sachsenring (Trabant), AWE (Wartburg, EMW), IFA, Melkus, Barkas, Multicar

*CSSR* Skoda, Tatra

*Polónia* Polski Fiat, FSO

*URSS*Lada, Moskvitch, Saporoshez, Volga, Avtovaz

*YU, BU*Dacia, Oltcit, Aro, Zastava

FICHEIRO APP EUROSTOPS

A queda do muro de Berlim

A queda do muro foi motivada pela abertura das fronteiras entre a Áustria e a Hungria em maio de 1989, já que cada vez mais alemães viajavam à Hungria para pedir asilo nas diferentes embaixadas da República Federal Alemã. Esse fato motivou enormes manifestações na Alexanderplatz, o que fez com que, no dia 9 de novembro de 1989, o governo da RDA afirmasse que a passagem para o lado oeste estava permitida.

Nesse mesmo dia, milhares de pessoas se aglomeraram nos pontos de controle para poder cruzar para o outro lado e ninguém podia detê-los, o que acabou levando a um êxodo massivo.

No dia seguinte foram abertas as primeiras brechas no muro e começou a contagem regressiva para o final dos seus dias.

Com a queda do Muro de Berlim, foi também o fim de muitas das marcas de automóveis. 

TRABANT (RDA)

Surgido em 1957 produzido pela VEB Sachsenring o Trabant (ou Trabi, para os íntimos e admiradores) foi a solução da Alemanha Oriental para motorizar o novo país. 

WARTBURG (RDA)

Todos são iguais, mas alguns são mais iguais que os outros. A frase de George Orwell foi uma das críticas mais contundentes à ideologia socialista.

Sob a rédea repressora da Alemanha Oriental, todos deveriam rodar a bordo de um humilde Trabant, mas só alguns privilegiados desfrutavam do status de um Wartburg.

Ocupada pelos soviéticos após a Segunda Guerra, a fábrica da BMW em Eisenach foi rebatizada AWE (Automobilwerk Eisenach) e integrada ao estado como IFA (Industrieverband Fahrzeugbau), que fabricava o F9 (na imagem ao lado na galeria).

SKODA

A Skoda 130 era o Porsche dos pobres com 58CV e transmissão traseira.

MOSKVITCH

A repressão no regime não foi pior porque a polícia andava de Moskvitch 403. Tente perceber uma força policial cujo carro apenas chegava a 90km/h gritando…urrando!

LADA

Sem dúvida um dos Best-Seller eram os modelos da Lada. Conhece o FIAT 124?. Agora imagine… esse modelo com travões mãozinhos….motor pouco fiável. Adicione tudo isso a uma estrutura bem mais pesada que o original — apresentamos-lhe o Lada Riva – O best Seller!.

 

 

BREVE PASSAGEM PELO HISTÓRIA
Close